Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2010

EntreMundos#10 - Parte 3

EntreDatas

Sábado, 30 de janeiro 03h19min
Esbat Lua em Leão - Momento de mudanças, onde se propõe a criatividade artística e a projeção de boas energias não somente para si, mas para todo o planeta. Velas Amarelas e Douradas. Ervas: Sálvia, Louro, Mirra, Alecrim, Benjoim. Flores amarelas: Calêndula, camomila, girassol, margarida, palmas. Pedras amarelas: Citrino, Topázio, Pedra do Sol, Pirita, Âmbar. Óleo: Heliotrópio, Neroli, Tangerina, Angélica. Incenso: Sândalo e Acácia. Roupas Douradas. Objetos de Ouro. Globo Terrestre. Tocha.Comemore com bolo de especiarias, chá indiano, suco de maracujá ou laranja.

Terça, 02 de Fevereiro
Imbolc (HN) - Festival do Fogo. Pico do Inverno. Celebre a Senhora do Fogo. Colha pedras para o círculo. Cores: laranja e branco. Pedras: jaspe, âmbar, coral, berilo. Incenso: Olíbano, sândalo, cravo e canela. Varra e purifique tudo. Abençoe as velas. Acender vela na janela. Fazer Cruz de Brigit. Desperte a criatividade (Poesia, canções, narrativas, etc). Coroa de …

EntreMundos#10 - Parte 2

Entre Parenteses
por Tyw Irving Dulac

Âmbar (resina fossilizada de árvores tipo pinheiro. Regida pelo Sol, traz sorte, cura e beleza. Num coven é utilizado em colar pela Suma Sacerdotisa.

Coroa de Velas (os anglo-saxões costumavam coroar uma jovem, representando a Deusa Virgem com uma coroa de velas representando a Roda do Ano e, a Luz do So no dia de Imbolc).




EntreMundos#10 - Parte 1

EntreEditores

No fogo de Brigith nos aquecemos. No momento em que o inverno começa a declinar e as flores insistem em nascer, a grande senhora do fogo triplo se manifesta. Muitas coisas estão para acontecer dentro da nossa pequena comunidade: Iniciações, dedicações, reencontros. Momento de assumir compromissos novos e reafirmar os antigos, quando a promessa do sol nascente é eminente. Mais uma vez a roda se renova e com ela os anseios pela continuidade de com a Mãe trilhar nossos caminhos que nem sempre são tão fáceis. Rupturas, fins, abandonos, tudo é lançar-se. Assim também como novos começos, renascimentos, laços firmados.

Então, com a massa de velas iluminemos, abençoemos os campos a serem semeados e trilhemos nossos caminhos, sempre EntreMundos.

Samildanach Dulac
Editor do EntreMundos