Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2008

Wicca na mídia

Hoje teremos a participação de Fred Cerdeira (Tyw Irving Dulac) na rádio universitária falando sobre o dia 31 de outubro. O programa vai ao ar a partir das 15:00. Sintonize: 107,9 FM ou ouça pelo site.

E na sexta feira, dia 31, Fred participará do programa 'Na Rede', da TV União. O horário é 12:00 (11:00 aqui no Ceará, já que não temos horário de verão!). O programa irá abordar temas diversos relacionado ao dia das bruxas. Confira pela TV ou através do link AO VIVO na parte inferior esquerda do site.

Mapa Natal

por Tyw Irving Dulac
Nascemos sempre no momento certo. O nosso advento cria um impacto no planeta e nós também somos influenciados pela energia daquele momento em que respiramos e emitimos nosso primeiro som.

Conseguir ler no céu nosso propósito de vida facilita em muito as nossas decisões. Imagine que cada um de nós tenha um manual de instrução que fala não apenas que somos arianos ou psicianos, mas que temos um ego, uma maneira de falar, de agir, de nos relacionarmos. Além disso o mapa também mostra como lidamos com várias áreas da nossa vida.


Não podemos embasar o estudo astrológico apenas no signo solar, que constitui apenas de 10 a 17% de nossa personalidade. Vejamos meu caso: faço aniversário no mesmo dia que o Pelé, porém há uma diferença enorme entre nós. Isso devido às gerações e também à hora e ao local de nascimento. Num mapa temos os planetas geracionais - que influenciam toda uma geração - (Urano, Netuno e Plutão), os planetas pessoais (Sol, Lua, Mercúrio, Vênus e Marte) e…

Neófito: Porque não?

por SamildanachTudo é novo. Quando se pratica a Arte solitariamente e se pretende buscar um coven para melhor trabalhar, unir forças, buscar com quem trocar conhecimentos e buscar uma vivência numa família espiritual é abrir novos horizontes no contato com os deuses. No entanto, muitas vezes nós (falo "nós" porque já fui solitário) chegamos sempre com um ar de superioridade, como se de tudo soubéssemos, principalmente se já éramos praticantes desde certa data. Falo de experiências próprias. Muitas vezes buscam covens pessoas que dizem ser de famílias tradicionais da arte, que tem uma tradição familiar, iniciados nesta ou naquela tradição, de conhecimentos mil, mas muitas vezes apenas especulações vãs e propagandas para que o mesmo possa, já de primeira olhada, ter alguma regalia num grupo. Bom, mas não é nosso papel discutir a idoneidade de títulos de uma pessoa. O assunto é sobre o susto e a indignação que se vê na maioria destes casos quando o sacerdote do grupo diz: "…

Humor

Traduzindo: Wilma, a Bruxa doida achou que finalmente tinha conseguido lidar com esse negócio de meditação...

Salvei essa tirinha há um tempinho e acabei perdendo o link para o site...enquanto estava procurando hoje, encontrei uma revista em quadrinhos chamada Wacky Witch, que foi publicada nos anos 70 e parece ser muito fofa. Já quero! Se alguém souber onde encontrar, por favor me avise!!! Quanto ao site da tirinha, sorry...não achei mesmo! Mas, para quem quiser entrar em contato com a desenhista aqui tá o e-mail dela: keitha@glasstemple.com

A Presença da Deusa

por Tyw Irving Dulac

Viver uma religião marginalizada onde diariamente encontro preconceitos, oposições e conflitos, tanto internos quanto externos, testam a profundidade da minha fé em uma Energia Superior e Criadora. Aliás, não acredito na Deusa, pois acreditar implica que não posso conhecer. Eu a reconheço como a "Mãe de Tudo". Nas montanhas ou nas ondas do mar, na canção da chuva ou no sopro do vento, na abundância da terra ou no brilho do luar, na beleza das flores e das pedras ou nas cores do arco-íris e até no movimentos dos animais.

Para encontrar a Grande-Mãe precisamos abrir nossas mentes, descartar os preconceitos e os condicionamentos sócio-culturais e criar um espaço sagrado em nosso coração e em nossa vida. A Deusa-Mãe está presente em toda parte, faz parte de nós, de nossa essência. Sua companhia é constante, porém, precisamos nos tornar mais confiantes e conscientes de sua presença no nosso dia-a-dia. Busque ouví-la. Mas lembre que ela não usa palavras. Nas peq…